Divulgação
Renato Gaúcho faz grande campanha no comando do Atlético

Foram 33 pontos disputados sob comando do técnico Renato Gaúcho e 17 conquistados, um aproveitamento de 51,5%. É indiscutível que o Atlético vive um bom momento no Campeonato Brasileiro e já são sete partidas de invencibilidade na competição. Nesta quarta-feira à noite, diante do Atlético-MG e de sua torcida, o Furacão dá o primeiro passo no returno do campeonato.

“Em casa temos que fazer o dever de casa. Claro que do outro lado tem uma equipe jogando uma Copa do Mundo, necessitando urgentemente de pontos, tem um time de qualidade e não vai ser nada fácil. É importante o torcedor entender esse recado, ir ao estádio e continuar nos incentivando. A gente sabe da nossa responsabilidade”, analisou Renato Gaúcho.

O treinador deixou claro mais uma vez que o principal objetivo do Furacão é fugir do rebaixamento e o que vier depois disso vai ser lucro. Além disso, garantiu que é difícil repetir no Atlético a mesma campanha que fez no segundo turno do Brasileirão do ano passado, quando dirigia o Grêmio. Na ocasião, Renato tirou o time gaúcho da 18ª colocação e o levou para a Libertadores.

“Não é fácil, o Grêmio foi campeão do segundo turno no ano passado. Mas o Grêmio tinha aquele jogador de área, aquele matador que eu sempre falo que todo time tem que ter. Ano passado o Grêmio tinha o Jonas, que foi artilheiro do Campeonato Brasileiro. A partir do momento que você tem um goleador, as coisas começam a ser facilitadas”, completou o comandante rubro-negro, cobrando novamente a chegada de um centroavante para reforçar o Furacão.

Sobre o jogo desta noite, considerado de seis pontos já que as duas equipes estão na zona do rebaixamento, Renato disse que todas as partidas do Campeonato Brasileirão são difíceis e devem ser tratadas com a devida importância. “Não tem jogo fácil, não importa se é clássico, se é dentro ou fora de casa. Todo mundo busca pontos porque tem seus objetivos no campeonato. É preciso se preparar sempre”, finalizou.