Após a derrota de ontem por 1 a 0 para o Flamengo, que eliminou o Atlético da Copa Sul-Americana, o elenco rubro-negro não ganhou folga e já voltou aos treinamentos nesta quinta-feira, visando o clássico Atletiba do próximo sábado, a partir das 18h, no Couto Pereira.

A grande novidade para esta partida é o retorno do volante Deivid, que cumpriu suspensão automática no último jogo do Furacão pelo Campeonato Brasileiro. Sendo assim, o técnico Renato Gaúcho terá força máxima para enfrentar o Coritiba, mas vai manter o mistério em torno da escalação atleticana até momentos antes do início do clássico deste fim de semana.

“Eles se encontram numa situação melhor que a nossa devido ao excelente trabalho do Marcelo Oliveira à frente do time por um bom tempo, mas o Atlético vem se recuperando bem. O importante é continuar somando ponto ou pontos. É chato ficar falando a mesma coisa, mas hoje o Atlético tem nos últimos 10 jogos uma campanha muito boa e atualmente paga pelos erros do passado”, disse Renato Gaúcho.

Os atacantes Guerrón, Nieto e Santiago García seguem entregues ao departamento médico e são os únicos desfalques do Furacão. Por outro lado, o volante Paulo Roberto e o meia Paulo Baier foram liberados para treinar com bola, mas dificilmente reunirão condições de jogo à tempo de estarem em campo no sábado.

Renato Gaúcho comanda mais um treinamento nesta sexta-feira e aí os jogadores atleticanos já entram em regime de concentração, no CT do Caju. Se o treinador mantiver a mesma formação das últimas partidas (já são seis jogos de invencibilidade no Brasileirão), o Atlético deve ir à campo com Renan Rocha; Edílson, Manoel, Fabrício e Paulinho; Deivid, Kléberson, Cléber Santana e Marcinho; Madson e Edigar Junio.