Último confronto na Arena da Baixada terminou 1 a 0 para o Atlético. (Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

Atlético e São Paulo se enfrentam nesta quarta-feira (04), pela quarta fase da Copa do Brasil, na Arena da Baixada. O confronto entre as duas equipes é marcado por muita polêmica e também pela longa invencibilidade a favor do time atleticano em seu estádio.

Em jogos na Arena da Baixada, o Atlético tem larga vantagem no confronto e nunca perdeu para o São Paulo. Em 17 jogos, são 12 vitórias para o Rubro-Negro e cinco empates. As partidas aconteceram apenas pelo Campeonato Brasileiro e Sul-Americana.

Relembre jogos memoráveis entre Atlético e São Paulo:

Atlético 2×1 São Paulo – 05/12/2001

O maior momento da história do Atlético foi o título do Campeonato Brasileiro de 2001 e o primeiro confronto no mata-mata foi justamente contra o São Paulo. No dia 05 de dezembro, pelas quartas de final, o Furacão venceu por 2 a 1. Os dois gols da vitória foram marcados pelos atacantes Kleber Pereira e Alex Mineiro.

Ouça os dois gols da vitória atleticana com a narração de Marcelo Ortiz

Atlético 4×3 São Paulo – 09/11/2003

Durante o Campeonato Brasileiro de 2003, Atlético e São Paulo fizeram um jogo de sete gols na Arena da Baixada. O Rubro-Negro abriu 3 a 0, com dois gols de Fernandinho e outro de Adriano Gabiru. O Tricolor paulista até empatou no segundo tempo, mas o atacante Jadílson garantiu a vitória atleticana por 4 a 3.

Atlético 1×0 São Paulo – 23/08/2009

Mais de 22 mil torcedores lotaram a Arena da Baixada para acompanhar a partida entre Atlético e São Paulo. Então camisa 10 da equipe, o meia Paulo Baier marcou o gol da vitória por 1 a 0, aos 41 minutos do segundo tempo. A partida também marcou o retorno de Dagoberto à Arena da Baixada após deixar o Furacão.

Atlético 1×0 São Paulo – 22/08/2017

Esse foi o último confronto entre Atlético e São Paulo na Arena da Baixada. Pelo Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro venceu por 1 a 0, gol de Wanderson. Além do zagueiro, o lateral-direito Jonathan, o também zagueiro Thiago Heleno, os volantes Lucho González e Matheus Rossetto e os atacantes Nikão e Pablo foram relacionados para o jogo desta quarta-feira. Relembre como foi a partida.

Polêmica na final da Libertadores

Os dois times poderiam ter disputado a final da Copa Libertadores de 2005 na Arena da Baixada. Porém, a Conembol e o clube paulista vetaram o jogo em Curitiba já que o estádio rubro-negro não tinha a capacidade para 40 mil torcedores.

Logo após a classificação para a final, o Atlético iniciou a instalação de arquibancadas tubulares para atingir a capacidade necessária. Porém, a entidade sul-americana negou a partida na Arena da Baixada alegando que o Atlético aceitou as regras do campeonato antes de disputa-la. O Rubro-Negro teve que mandar a decisão no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.