Na saída de campo, em Sete Lagoas (MG), todos os jogadores do Furacão lamentaram muito a derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro deste ano. Para o zagueiro Rafael Santos, o sistema defensivo falhou muito neste sábado, mas também faltou vibração dentro de campo por parte dos atletas rubro-negros.

“Nosso sistema defensivo não foi legal. Mas queremos chegar, pelo menos, na Libertadores, então temos de dar mais de nós em campo. Nós lutamos, corremos, mas não vibramos. Também precisamos tocar mais a bola, como fez o Atlético Mineiro. Treinamos a semana toda, mas não conseguimos colocar em prática”, disse o zagueiro.

Já o goleiro Renan Rocha prometeu bastante trabalho para que o Atlético se recupere no decorrer da competição. “Essa foi só a estreia. O campeonato é longo e ainda faltam 37 rodadas. Vamos trabalhar pra reverter o resultado na próxima semana, contra o Grêmio. Conseguimos manter a posse de bola, mas faltou atenção e vibração, pois em um campeonato como esse, cada partida é uma final”, afirmou o camisa 1.