Campeão da Libertadores deste ano e sem grandes pretensões no Campeonato Brasileiro, o Santos apenas cumpre tabela nas últimas sete rodadas do Brasileirão e já foca na disputa do Mundial de Clubes da FIFA, em dezembro de 2011, no Japão, em que o Peixe deve enfrentar o Barcelona na grande final.

Após o empate de ontem em 1 a 1 com o Flamengo, o Santos fechou a 31ª rodada na 10ª colocação, com 42 pontos, a oito pontos do G5 e a dez de distância da zona de rebaixamento – ou seja, uma posição tranquila no Brasileirão. Sendo assim, o capitão da equipe alvinegra, o zagueiro Edu Dracena, prometeu conversar com o técnico Muricy Ramalho, durante a semana, para pedir que ele poupe alguns atletas na reta final do campeonato.

“Essa semana o Muricy deve perguntar como estamos nos sentindo, a grande maioria jogou mais de 60 jogos na temporada. É muito jogo. De repente, uma conversa entre comissão e jogadores a gente possa decidir o futuro”, disse Edu Dracena, admitindo que alguns atletas estão desgastados fisicamente devido à intensa maratona de jogos desta temporada.

Se o Santos de fato poupar alguns de seus principais jogadores, como Borges e Neymar, quem sai ganhando é o Atlético. As duas equipes se enfrentam no sábado que vem, a partir das 18h, no estádio Pacaembu – o Peixe sem almejar mais nada no campeonato, enquanto o Furacão luta contra o rebaixamento e precisa da vitória no próximo fim de semana para tentar sair da zona da degola.

Nos próximos dias, a comissão técnica do Peixe deve divulgar se vai ou não dar esse descanso a alguns atletas, principalmente aqueles que certamente estarão em campo no Mundial de Clubes.