Torcida rubro-negra encheu a escadaria da praça em frente à Arena da Baixada em protesto contra atual diretoria (Guilherme Coimbra/Banda B)

Com o pior público dentro de casa no Brasileirão, o Atlético foi apoiado pela sua torcida do lado de fora da Arena da Baixada. Em protesto contra a atual diretoria, os vetos de adereços e materiais das torcidas organizadas e o alto preço do ingresso, os torcedores se reuniram na escadaria da praça em frente ao estádio e acompanharam o empate contra o Atlético-GO por um telão.

Organizada pela oposição da atual gestão do clube e pela associação dos sócios, a manifestação teve adesão dos torcedores rubro-negros, que tomaram o local e mesclaram os cânticos de apoio ao time com as críticas principalmente a Mário Celso Petraglia, presidente afastado do Conselho Deliberativo. Com sinalizadores, baterias e faixas das organizadas, hoje restritos dentro do estádio, os torcedores fizeram a festa e cantaram durante os 90 minutos, mesmo debaixo da chuva que quase não deu trégua.

Dentro de campo, com apenas 7.537 torcedores na Baixada, o Furacão tropeçou novamente e foi bastante vaiado. Depois de levar um susto e conseguir a virada no primeiro tempo, o time teve uma queda de rendimento na etapa final e cedeu empate ao lanterna da competição, com gol marcado pelo atacante Walter, ex-jogador do clube, aos 38 minutos.

Com o resultado, o Atlético foi aos 34 pontos e permanece na décima colocação, oito pontos atrás da área de classificação para a Libertadores e apenas cinco da zona de rebaixamento.

Confira os vídeos da festa da torcida rubro-negra na praça: