Ouça o áudio

O jogo não seria fácil. Fora de casa, contra o líder do campeonato. E o Atlético começou mal. Com quatro minutos de partida, o Corinthians já tinha feito 2 a 0. O Furacão só melhorou na etapa final, quando descontou e buscou o empate, que acabou não vindo. A derrota por 2 a 1 para o Timão mantém o Rubro-Negro na 18ª colocação, a um ponto do primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Em quatro minutos, Atlético sofre dois gols do Corinthians

O jogo mal começou e o time da casa já abriu o placar. Aos 2 minutos, após jogada bem trabalhada, Paulinho ficou com a bola e bateu na saída de Renan Rocha: 1 a 0 Corinthians. Dois minutos depois, Danilo lançou Emerson, que chutou da entrada da área e viu a bola morrer nocanto direito do gol rubro-negro: 2 a 0 Corinthians. O tempo passava e a partida seguia movimentada, mas o Timão era amplamente melhor em campo.

O Atlético abusava dos erros de passe e os atacantes ficavam constantemente impedidos. Sem força ofensiva, o Furacão só chegou com perigo aos 30 minutos, em chute de Guerrón que Júlio César defendeu, mas de maneira geral, o Rubro-Negro estava perdido em campo. O Timão passava com tranquilidade pela zaga rubro-negra e finalizou diversas vezes a gol até o fim do primeiro tempo, que no entanto, ficou mesmo no 2 a 0 para o a equipe paulista.

Furacão melhora, desconta, mas não evita a derrota

O Atlético voltou mais ligado para a etapa final e descontou logo aos 3 minutos. Nieto cruzou rasteiro, e da pequena área, Paulo Baier só empurrou para o fundo das redes: 2 a 1 Corinthians. Aos 12 minutos, Nieto soltou uma bomba de longa distância, a bola explodiu no travessão, caiu em cima da linha e Júlio César evitou o gol de empate rubro-negro. O tempo passava e a partida se tornou cada vez mais equilibrada, com os dois times atacando com perigo.

Aos 31 minutos, Paulo Baier acertou a trave direita de Júlio César. Os minutos finais do jogo foram emocionantes, o Atlético foi pra cima do Corinthians em busca do empate. O Furacão lutou e tentou, mas não conseguiu marcar mais gols e volta de São Paulo derrotado por 2 a 1.