Após uma queda atípica para a segunda divisão, os jogadores do Rubro-negro lamentaram o rebaixamento depois de vencer o rival e quebrar um tabu que vinha desde 2008. Líder do elenco, o capitão Paulo Baier fez questão de não apontar culpados para o desfecho do Furacão e também fez uma promessa ao torcedor.

“Não podemos culpar apenas os jogadores que ficaram. Faltou um bom planejamento desde o início do campeonato, fazer um ponto em oito rodadas é brincadeira”, afirmou Baier. Ele também avisou sobre sua permanência na próxima temporada. “Para 2012, eu sou o primeiro a ficar”, completou.

Contando com o apoio do torcedor, o capitão já tem a receita para voltar à Série A. “Tendo um bom planejamento você consegue ficar. Temos torcida, estrutura, é só acertar e fazer um bom planejamento desde o início”, disse.

O meia Marcinho foi outro que falou em tom de permanência para o ano que vem: “fizemos o que a torcida queria, mas infelizmente não deu. Agora é trabalhar para voltar à primeira divisão em 2012”.

Dúvidas

Ao contrário dos companheiros, o volante Deivid preferiu não bater o martelo com relação ao seu futuro. Especulado em outros clubes do futebol brasileiro, ele preferiu deixar o assunto para outras pessoas. “Tenho contrato até 2013. Não tenho nada certo, depende do clube e do meu empresário, minha parte é jogar futebol”, explicou.