Por Guilherme Coimbra com informações de Felipe Dutra

Autuori deverá repetir base que venceu o Millonarios em Curitiba (Felipe Dutra/Banda B)

O Atlético finaliza na manhã desta terça-feira (14) a preparação para o duelo contra o Deportivo Capiatá, do Paraguai, na quarta-feira (15), na Arena da Baixada, pela terceira fase da Libertadores. Sem confirmar a equipe titular, mas com a possibilidade de manter a base, o técnico Paulo Autuori espera contar com o zagueiro Thiago Heleno diante da equipe paraguaia e acredita em um time ainda mais forte na fase de grupos.

No aguardo da regularização, Autuori espera ter o zagueiro Thiago Heleno à disposição para encarar o Deportivo Capiatá. “Esperamos contar com ele ainda nesta fase e estamos certos de que isso acontecerá. A não ser que aconteça algum tipo de atitude de falta de bom senso daqueles que são responsáveis por isso. Quanto a ele, é um jogador experiente, logicamente há ansiedade para estar pronto para jogar e contribuir com a equipe”, declarou em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (14) na Arena da Baixada.

Mesmo sem confirmar a equipe titular antes do treinamento na Arena da Baixada, o técnico rubro-negro deu indícios de que deve repetir a base que venceu o Millonarios, da Colômbia, dentro de casa, na estreia do Furacão na Libertadores. A equipe será basicamente a mesma que enfrentou o Millonarios aqui. Vamos aguardar. Ainda temos um treino hoje para definir completamente. Mas em relação à qualquer dúvida, ela é pontual”, afirmou.

Com isso, a equipe titular tem a provável escalação com Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Lucho González, Pablo, Nikão e Carlos Alberto; Grafite.

Com a expectativa de casa cheia na Baixada, Autuori espera a torcida jogando junto da equipe diante do Capiatá. “O apoio da torcida é fundamental em todas as circunstâncias. Contamos com ela, pois queremos fazer um grande espetáculo de futebol e isso só é possível quando existe reciprocidade dos dois verdadeiros protagonistas, que são os jogadores e os torcedores. Espero que isso aconteça e consigamos criar uma atmosfera excepcional”, disse.

Paulo Autuori acredita que se o Atlético superar mais esta fase de mata-mata, chegará com mais força para a fase de grupos da Libertadores. “Se nós passarmos desta eliminatória, vamos entrar muito fortes na fase de grupos. Isso não garante absolutamente nada, mas nos dá tranquilidade”, avaliou. “Eu acho que mesmo essas equipes com todas as qualidades que têm, talvez não nos ofereçam tantas dificuldades como o Millonarios ofereceu. Se passarmos desta fase, dificilmente vamos nos deparar com uma equipe assim”, concluiu.

O Atlético recebe o Deportivo Capiatá, do Paraguai, nesta quarta-feira (15), às 21h45, na Arena da Baixada, pelo jogo de ida da terceira fase da Taça Libertadores.