Por Pedro Melo com informações de Felipe Dutra

Paulo Autuori quer aproveitar o pouco tempo de treinamento para melhorar o sistema ofensivo. (Divulgação/Atlético)

Paulo Autuori quer aproveitar o pouco tempo de treinamento para melhorar o sistema ofensivo. (Divulgação/Atlético)

Um gol por jogo. Essa é a média do Atlético que ainda procura o melhor sistema ofensivo para aumentar o seu desempenho nas finalizações. O técnico Paulo Autuori admitiu que o ataque preocupa, mas ao mesmo tempo tempo está muito satisfeito com o setor defensivo.

“Minha preocupação era ter um nível de atenção alto e fiquei satisfeito com isso. A equipe teve nove finalizações nesse segundo tempo, mais posse de bola no campo do adversária e está ordenada. Todo mundo participa da ação defensiva, mas acredito que precisa melhorar no setor ofensivo”, comentou Autuori. “A nossa preocupação nesse pouco tempo é melhorar nossa eficiência e eficácia ofensiva”, acrescentou.

O zagueiro Christián Vilches e o volante Jadson não renovaram seus contratos com o Rubro-Negro, enquanto, o atacante Ewandro está próximo de fechar com a Udinese. O treinador comentou a necessidade de trazer reforços, mas também prefere aproveitar os jogadores da base. “Sabemos da necessidade de jogadores, eles vão vir, mas não queremos jogadores apenas por vir. Prefiro apostar na formação da base do que contratar qualquer jogador”, declarou.

Em relação aos jogadores da base, o comandante promoveu a estreia como profissional do lateral-esquerdo Nicolas, que recebeu muitos elogios. “Fez um jogo muito sóbrio, eficiente e não foi nenhuma surpresa para mim. Nicolas estava muito bem nos treinamentos e todo mundo sabe da importância que dou as sessões de treino”, disse.

O Atlético volta a campo neste domingo (26), às 16h, para enfrentar o Grêmio, na Arena da Baixada. “Vai ser um jogo encardido, espero que seja um grande jogo e nossa equipe está ganhando um nível satisfatório de competitividade”, finalizou Autuori.