Por Rodrigo Dornelles com informações de Felipe Dutra

Semana cheia para treinamentos entre uma partida e outra do Campeonato Brasileiro. Período bastante valorizado pelos técnicos para trabalhar com a equipe e treinar o time. Para Paulo Autuori, a chance de dar descanso aos jogadores. Os dias que puderam ser dados de folga aos atletas é um ponto destacado pelo comandante do Atlético.

Na visão do treinador, é preciso saber utilizar o tempo disponível e dar um descanso para o corpo e a mente dos atletas é importante neste momento. “Não adianta ter um período desses e não aproveitar. O mais importante era os jogadores se abstraírem de treinos e jogos, por isso esses dias. Quando se para no futebol brasileiro a ideia é trabalhar muito, isso é um grande erro, o que importa é a qualidade do trabalho. Não vai ser em uma semana que você vai mudar a condição dos jogadores em todos os aspectos”, comentou Paulo Autuori.

Autuori quer time mais regular. (Divulgação/ Atlético)

Autuori quer time mais regular. (Divulgação/ Atlético)

De volta aos treinos, o Furacão foca na partida de segunda-feira (11), diante do Cruzeiro, fora de casa. O Rubro-negro tem a chance de entrar no G4 do Brasileirão. Mas Autuori entende que estar ou não entre os quatro primeiros neste momento não deve ser a preocupação principal do time. “Minha preocupação não é estar na posição do título, G4, sul-americana ou descenso. O que quero é que a gente esteja focado no trabalho, a qualidade do trabalho vai determinar o que nós vamos conseguir. Uma coisa é ser outra é estar, enquanto não for nada definitivo, as equipes estão em determinadas zonas, mas não são campeãs, participantes do G4, do Z4”, comentou o técnico.

Autuori ainda ressalta o nivelamento da competição e a necessidade do grupo atleticano pensar em melhorar e crescer sempre em relação ao que está fazendo. “O campeonato tem demonstrado equilíbrio, equilíbrio que não é muito lá para cima, mas um campeonato em que as distâncias são muito curtas. Nossa luta é contra nós mesmos, queremos parar com a oscilação, ter uma equipe regular para cima”, disse o comandante.

O técnico rubro-negro comentou também sobre o novo dia de jogos no Brasileiro, nas segundas-feiras. O Furacão estreia nesta nova data justamente na próxima rodada. “Em relação ao jogo de segunda eu até agora não entendi porque os clubes são obrigados a jogar na segunda-feira. Certamente por interesse, não dos profissionais, nós somos sempre ignorados e deveríamos ter uma opinião mais decisiva nisso”, destacou Paulo Autuori.