Por Pedro Melo com informações de Felipe Dutra

Paulo Autuori declarou que a Copa do Brasil sempre foi prioridade. (Divulgação/Atlético)

Paulo Autuori declarou que a Copa do Brasil sempre foi prioridade. (Divulgação/Atlético)

O Atlético ficou no empate em 1 a 1 com a Chapeceonse na Copa do Brasil e conseguiu a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Rubro-Negro não terá nem tempo para comemorar e já entra em campo no próximo sábado (30), às 18h30, para enfrentar o Sport pelo Campeonato Brasileiro.

Sem poder contar com o lateral-direito Léo e o atacante Walter, ambos suspensos, o técnico Paulo Autuori confirmou que vai mudar mais peças por conta do desgaste físico e deve escalar uma equipe “muito jovem”. “Tenho ideia sim porque já estou projetando a frente. Alguns jogadores vão se encontrar com a gente amanhã e vamos entrar com uma equipe muito jovem, mas com vontade de fazer coisas bonitas. Não tem outra alternativa a fazer e tenho que estar preocupado com todos os jogos”, comentou.

O treinador atleticano declarou que o substituto de Léo será Rafael Galhardo, mas não falou sobre quem deve ficar com a vaga de Walter já que André Lima também não está a disposição. “Vamos aguardar, treinar e criar estratégias para o jogo. Preciso de uma equipe com intensidade de jogo e que tenha saída. É uma alternativa que temos e precisamos nos adequar a essa realidade”, disse.

Caso tivesse sido eliminado na Copa do Brasil, o Rubro-Negro teria ficado com uma vaga na Copa Sul-Americana e Autuori explicou que em nenhum momento pensou em largar a competição nacional. “Me recuso a falar sobre essas coisas. Agora é que vai ficar bom a Copa do Brasil e temos que trabalhar para esses momentos. Eu me recuso a ficar escolhendo competição porque ao fazer isso fica de fora das duas. Sabemos que a realidade do futebol brasileiro é muito exigente”, finalizou.