Por Esporte Banda B
Paulo André projeta jogo complicado contra Figueirense. (Divulgação/ Atlético)

Paulo André projeta jogo complicado contra Figueirense. (Divulgação/ Atlético)

Quatro pontos, nesse momento é isso que separa o Atlético do Corinthians, quarto colocado e primeira equipe no G4 do Campeonato Brasileiro. Lutando diretamente por uma vaga na Copa Libertadores da próxima temporada, o Furacão tem como trunfos o conjunto e o fator casa, na visão do zagueiro Paulo André.

O jogador atleticano entende que o conjunto forte é um dos pontos positivos do Furacão e que o período de treinamentos durante os jogos da seleção brasileirão irão ajudar ainda mais nesse quesito. “Será um período importante para nós, principalmente para que os atletas que chegaram possam entender melhor o conceito e a questão de posicionamento da nossa equipe”, destacou Paulo André. “O nosso time nunca teve grandes estrelas e sim um conjunto forte, que se fundamenta no trabalho e na estratégia. Então, esse tempo será bem aproveitado”, projetou.

Para superar os adversários na briga por um lugar no G4, Paulo André fala da necessidade de se manter próximo dos primeiros e na reta final contar com o fator casa. “Chegar às últimas dez rodadas com a equipe próxima desta disputa é importante. Na reta final, podemos fazer a diferença usando o fator casa e a chegada desses novos jogadores. Vamos lutar até o fim para terminar entre os quatro primeiros”, afirmou o zagueiro.

Após a volta do Brasileirão, o primeiro desafio do Rubro-negro para seguir na luta pela Libertadores é o Figueirense, fora de casa, no dia 7 de setembro. Jogo difícil, projeta o defensor. “Na última partida, mostramos solidez e maturidade. Agora, enfrentaremos um jogo complicado, mas que temos condições de vencer. Quase ninguém conseguiu isso, mas vamos trabalhar para jogar bem, manter a posse de bola e vencer”, disse Paulo André.