Por Rodrigo Dornelles

A luta para chegar mais perto do G4 do Campeonato Brasileiro acontece a cada rodada no Atlético. O Furacão ronda o grupo dos melhores do Brasileirão e tenta a investida para ingressar na zona de classificação à Libertadores. Mas se quiser se aproximar dos primeiros colocados nesta rodada precisará quebrar um jejum e voltar a vencer fora de casa após dois meses.

Dia 11 de julho, Mineirão, Cruzeiro 0x3 Atlético. Essa foi a última vez que o Rubro-negro fez uma viagem e voltou com três pontos na mala. Desde então, quatro jogos e quatro derrotas longe da Baixada pelo Campeonato Brasileiro. Houve ainda um empate contra a Chapecoense, pela Copa do Brasil, que classificou o Furacão para as oitavas de final.

Furacão tenta voltar a vencer fora. (Divulgação/ Atlético)

Furacão tenta voltar a vencer fora. (Divulgação/ Atlético)

Sport, Flamengo, Atlético-MG e Figueirense. Foram esses os adversários do Atlético nas quatro últimas partidas fora de casa pelo Brasileiro. Quatro derrotas. Chegou a vez de encarar o Santa Cruz para quebrar a sequência negativa e se aproximar do G4.

Os resultados não tão bons do Furacão longe de Curitiba se refletem na classificação do campeonato. Jogando fora de casa, o Rubro-negro é apenas o 15º melhor time do nacional, com sete pontos somados, representando cerca de 19,4% de aproveitamento.

Buscando mais uma vitória longe da Baixada, o Atlético pode se animar por encarar o Santa Cruz. Pelo menos é o que o histórico do time pernambucano diz. O Santa é o terceiro pior mandante do Brasileiro, conquistando apenas 13 pontos no Arruda, com aproveitamento de 36%. O Tricolor tem números iguais ao do Cruzeiro e superiores apenas ao do América.