O técnico Adilson Batista tem sido muito criticado por escalar o Atlético com muitos volantes no meio-campo. Na estreia do Campeonato Brasileiro, o Furacão jogou com quatro volantes, sem um atacante de referência, e acabou perdendo para o Atlético-MG pelo placar de 3 a 0.

O volante Paulo Roberto, que não fez uma grande partida diante do Galo, saiu em defesa do treinador e não culpou o esquema tático por não ter jogado bem em Minas Gerais.”Jogar primeira divisão de Brasileiro requer uma atenção muito grande. Infelizmente eu não estava numa noite feliz. Contra o Vasco nós jogamos com três volantes e eu me saí bem. Jogar bem ou mal foi por minha culpa, nada a ver com o esquema tático”, disse o jogador.

Durante toda essa semana, o Furacão se prepara para enfrentar o Grêmio, no próximo domingo, na Arena da Baixada. Para Paulo Roberto, este será um jogo difícil e bastante equilibrado.”Vai ser um jogo difícil, porque o Grêmio tem jogadores de qualificade, mas nós também temos. Então eu espero uma partida complicada, um grande espetáculo”, completou.