A negativa do técnico Antônio Lopes sobre a existência de “mala branca” — incentivo financeiro — para que o América-MG vença o Furacão em Uberlândia não convenceu o meia Branquinho. O jogador foi categórico ao afirmar que o Coelho com certeza está sendo procurado por muitos times interessados na derrota do Furacão. Entre eles, os também mineiros Atlético e Cruzeiro, também ameaçados de rebaixamento.

“Muitas equipes vão dar dinheiro para eles nos vencerem”, disse Branquinho. O jogador ficou quase três meses afastado dos gramados para tratar de uma pubalgia e voltou a campo na vitória rubro-negra sobre o São Paulo, no último dia 16. Contra o América-MG, Branquinho fica à disposição de Lopes no banco de reservas.

Ainda que a previsão de um clássico épico contra o principal rival Coritiba já seja realidade, o meia prefere a cautela, ao afirmar que, primeiro, o time precisa conquistar uma vitória contra o América, já rebaixado. “Temos de esquecer o clássico, pois se não ganharmos do América, acabou”, cravou Branquinho, que disputou 16 partidas pelo Atlético no Brasileirão, quatro delas como titular.