Por João Pedro Alves

Vindo de uma derrota na última rodada da Copa Libertadores, não tem outro resultado que interesse ao Atlético na partida de quinta-feira (13) contra o Universitario que não seja a vitória. Além de representar a reabilitação, pode colocar os rubro-negros na liderança do Grupo 1. Essa necessidade de um sucesso em Lima, no Peru, faz com que o técnico Miguel Ángel Portugal planeje mandar a campo um time mais ofensivo que nos outros jogos.

Nenhuma mudança foi confirmada pelo treinador espanhol, que mantém o mistério característico do Furacão e deve soltar a escalação apenas minutos antes do apito inicial. Mas ele adiantou que nessas duas semanas de preparação desde a partida contra o Vélez Sarsfield foram úteis para fazer ajustes e esboçar uma equipe com mais jogadores de frente para dar mais poder de definição.

(Foto: Divulgação/Atlético)

Portugal: “Vamos colocar mais homens de ataque” (Foto: Divulgação/Atlético)

“É uma partida muito complicada, porque são três pontos importantes que nos darão uma possibilidade maior de classificação. Temos que ganhar, e para isso temos que ter uma disposição ofensiva boa”, apontou Portugal. “Escalar mais homens de ataque pode não se traduzir em uma partida ofensiva. Mas vamos colocar mais homens de ataque para ver se teremos tranquilidade para ganhar”, completou o comandante.

Para que isso aconteça, a tendência é que ele coloque um atacante ao lado de Ederson lá na frente – diferente do compromisso em Buenos Aires, quando o camisa 9 jogou isolado. Neste caso, a briga por essa posição seria entre Mosquito, Douglas Coutinho e Bruno Mendes. Aí Portugal também teria que decidir quem deixaria a titularidade, que deveria ficar entre Fran Mérida ou Matías Mirabaje.

Independente de quem entra ou quem sai, Miguel Ángel Portugal está confiante em uma atuação melhor que nas duas primeiras rodadas da fase de grupos e também na pré-Libertadores. “Eu acho que o time está mais compacto agora, com as ideias melhor assimiladas. O time está muito melhor que a primeira vez que fomos a Lima enfrentar o Sporting Cristal. Quero ver o time com uma determinação e segurança que gostaria que tivesse”, concluiu.

O confronto entre Atlético e Universitario acontece às 23h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira no estádio Coloso de Ate, o popular “Monumental de la U”, em Lima, no Peru.

Notícias relacionadas:

Sem Marcelo e Adriano, Furacão embarca para Lima para enfrentar o Universitario