Valquir Aureliano
Recuperação em alto estilo: Atlético tem 53% de aproveitamento nas últimas cinco rodadas do Brasileirão

Atlético Paranaense e Corinthians vivem realidades bem diferentes no Campeonato Brasileiro. No campo dos números, porém, fazem campanhas absolutamente idênticas, pelo menos na análise das últimas cinco rodadas do Nacional. Desde a 12ª rodada, foram duas vitórias, dois empates e uma derrota para cada lado.Oito pontos somados e 53,3% de aproveitamento: números que colocariam o Rubro-negro entre o quarto e quinto colocado na tabela do Brasileirão, não fosse o início trágico e as seguidas derrotas que o time sofreu.

Na contagem de gols, o Rubro-negro supera o Timão, já que balançou as redes 13 vezes nos últimos cinco jogos, enquanto o clube paulista marcou oito vezes.Se na matemática o Furacão faz uma campanha digna de Libertadores, na tabela a realidade ainda não é muito animadora. O líder do Brasileiro tem dez vitórias e 34 pontos conquistados enquanto o Atlético amarga a incômoda zona de rebaixamento desde que iniciou o campeonato, somando 13 pontos.

A qualidade dos adversários era outro obstáculo a se superar, como ressaltou o técnico Renato Gaúcho. Mesmo assim, o time conseguiu se sair bem nos desafios mais complicados e bateu o Santos e o Atlético-GO, rival direto na parte de baixo da classificação. Nos empates com Corinthians e São Paulo, mesmo com grande chance de vencer, os resultados foram comemorados; aúnica derrota foi para o Ceará, com direito ao gol do Vozão já nos acréscimos. Resultados que compõem uma série invicta que já dura quatro partidas.

Enquanto isso, o líder do campeonato venceu o Internacional e o América, empatou com o Furacão e com o Ceará, e acabou derrotado pelo Avaí, na Ressacada. Na próxima rodada, o Timão enfrenta o Atlético Mineiro em Minas Gerais e o Atlético recebe o Cruzeiro de Joel Santana na Arena da Baixada.

“Estamos em um bom momento, em que nós trabalhamos bastante para chegar em uma situação como essa”, aponta o meia Kléberson, livre para atuar diante do Cruzeiro nesta quarta-feira (17). “Mas a gente sabe que a situação ainda não é boa. Precisamos seguir nessa série invicta para sair dessa situação. O caminho tá sendo bem feito”, avalia.