Faltando exatamente uma semana para as eleições do Atlético, o presidente Marcos Malucelli afirmou que não vai negociar nenhum jogador até lá, pois não considera correto modificar o elenco rubro-negro sendo que uma nova diretoria assumirá o clube em poucos dias.

Apesar disso, já existem algumas especulações em torno de atletas do Furacão que se destacaram na temporada 2011. A principal delas envolve o zagueiro Manoel, que seria pretendido pelo Internacional. Malucelli, no entanto, negou que tenha recebido alguma proposta para que o clube gaúcho contrate o zagueiro atleticano.

“Não tem nenhuma proposta. Eu estou no Rio de Janeiro para uma reunião na Rede Globo, inclusive um dirigente do Internacional sentou ao meu lado e em nenhum momento ele falou no nome do Manoel”, afirmou o presidente, em entrevista à rádio Banda B.”E se chegar alguma proposta, eu não vou mexer com isso, deixarei para a próxima diretoria. Não posso mais decidir sobre a venda de um jogador tão importante como o Manoel, a poucos dias do fim do meu mandato”, completou.

A informação que circulou na imprensa gaúcha é que Manoel já estaria em Porto Alegre para acertar com o Inter, porém o presidente rubro-negro não acredita que isso seja verdade.”Não acredito nisso, até porque eu falei com o Manoel depois do Atletiba e ele disse que passaria o fim de ano com os pais, no Maranhão. De qualquer forma, o Manoel tem mais quatro anos de contrato com o Atlético”, disse.

Ninguém entra e ninguém sai

Com o fim dos campeonatos e a temporada de férias dos jogadores, iniciou-se aquele tradicional período de especulações em torno de contratações e dispensas em todos os clubes do país. No Atlético, essa fase só começará a partir da eleição da nova diretoria (lembrando que o pleito está marcado para o próximo dia 15 de dezembro).

Isso porque, Marcos Malucelli não acha ético vender ou contratar jogadores sendo que um novo presidente gerenciará o Furacão a partir de 2012.”Não seria correto da minha parte fazer a venda de um jogador importante para o clube às vésperas da minha saída. Essa é uma decisão que a nova diretoria terá que tomar”, finalizou Malucelli, que tem apenas mais sete dias no cargo de presidente do Rubro-Negro.