Além do técnico Antônio Lopes, o presidente do Atlético, Marcos Malucelli, também criticou a escolha do pernambucano Nielson Nogueira Dias para apitar o jogo entre Corinthians e Atlético, no próximo domingo, a partir das 17h, no Pacaembu. O dirigente lembrou diversos erros cometidos pelo árbitro em partidas passadas do Furacão.

“É um passado recente. Teve o jogo contra o Botafogo esses dias, que ele marcou uma penalidade contra nós. Teve contra o Vasco, que ele expulsou dois jogadores nossos e ainda marcou um pênalti para o Vasco. Além do jogo contra o Corinthians, que estávamos ganhando por 3 a 0 e ele não expulsou o Dentinho, que deu uma cotovelada no Rafael Moura e depois foi até punido pelo STJD”, afirmou o presidente.

Malucelli acredita que, por conta de todos esses erros, Nielson Dias não está credenciado a apitar outra partida do Atlético, principalmente um jogo tão importante quanto esse contra o Corinthians.”O Corinthians está disputando o título e nós lutando para não cair. É um jogo muito importante para um árbitro de pouca envergadura, até pelo retrospecto ruim em jogos do Atlético”, completou.

O presidente descartou enviar um ofício à CBF pedindo a mudança do árbitro, pois sabe que isso não será feito, mas lamentou a escolha deste juiz para o duelo contra o líder do campeonato, o Corinthians. “É um árbitro que nos deixa apreensivo. Vamos apresentar nossa preocupação (a Comissão de Arbitragem) já que não sei se o árbitro tem condição de suportar tal pressão. Ele já comprometeu anteriormente resultados do Atlético em campo”, finalizou Marcos Malucelli.