Allan Costa Pinto/Paraná Online
Presidente repete ação de 2008, quando salvou Atlético do rebaixamento para a Série B

Alfredo Ibiapina não é mais o diretor de futebol do Atlético Paranaense. Na manhã desta terça-feira (27), o presidente do clube, Marcos Malucelli chamou para si a responsabilidade de comandar o departamento que mais tem dado problemas para o Furacão em 2011. Em um carta aberta publicada no site oficial do Rubro-negro, o mandatário afirmou que vai cuidar do futebol rubro-negro até o fim do seu mandato.

Com contratações frustradas e “Não posso colocar a culpa nos diretores de futebol que passaram por aqui, porque o presidente deu a palavra final nas contratações, salvo alguns casos em que eu acabei cedendo”. afirmou Malucelli. A tomada do departamento de futebol repete uma ação já feita em 2008, quando o mandatário assumiu o posto de diretor e o time acabou se salvando do rebaixamento o time do rebaixamento.

Em coletiva, o presidente explicou que o clube procurou saber quais eram as restrições ao diretor de futebol junto ao Superior Tribunal do Justiça Desportiva (STJD) para tomar a decisão do afastamento dele. “Eu admito que também errei, é impossível acertar tudo, mas agora temos que ver daqui pra frente, nas 12 rodadas que faltam. O que ficou para trás vamos analisar no balanço da temporada”, afirmou.Ibiapina deve seguir nos bastidores, apoiando a nova missão do presidente Malucelli, já que, suspenso por 140 dias, ele não pode ficar no banco de reservas nem entrar nos vestiários.

“Se você não está entre os primeiros, é porque você falhou. O duro é saber aonde você errou. Uma coisa é saber que errou e a outra é ver o que você errou. Eu sei que nós erramos porque estamos na zona de rebaixamento”, finalizou o presidente.