Por Esporte Banda B

Atacante fez sua estreia com a camisa rubro-negra diante do Peñarol (Divulgação/Atlético)

Um dos reforços ofensivos do Atlético para a temporada, o atacante Luis Henrique, de 19 anos, fez a sua estreia com a camisa rubro-negra na última quarta-feira (25), no amistoso diante do Peñarol, do Uruguai, na Arena da Baixada. Atuando nos 90 minutos, o camisa 9 elogiou o apoio dos quase 30 mil presentes e avaliou de forma positiva sua estreia pelo clube, não eximindo da responsabilidade de marcar gols.

Se a primeira impressão é a que fica, sem dúvidas, o calor da torcida rubro-nera na Arena da Baixada será inesquecível para o atacante Luis Henrique, que considerou importante o apoio durante os 90 minutos em que ficou em campo no empate com o Peñarol. “Foi muito importante. Um jogo amistoso, com quase 30 mil torcedores, é marcante. Já senti o que é jogar no Atlético. Nossa torcida é sensacional e este jogo mostrou o que poderá ser durante o ano”, afirmou em entrevista ao site oficial do Furacão.

Mesmo sem balançar as redes, Luis Henrique teve três boas oportunidades na partida, que o fizeram ter uma boa auto-avaliação na estreia. “Eu sou atacante e nunca vou fugir da responsabilidade de fazer gols. Mas o que importa também é jogar para a equipe. Batalhar bastante e jogar coletivamente. O gol vai sair naturalmente. Trabalho para isso, mas também para ajudar o time”, disse.

Com o nome já publicado no BID, o camisa 9 está liberado para atuar com a camisa do clube. O atacante está à disposição de Paulo Autuori e deve estar em campo no dia 1º de fevereiro, contra o Millonarios, da Colômbia, na Arena da Baixada, na estreia do Atlético na Libertadores. “Apesar de ter apenas 13 dias de trabalhos, temos no preparado bem. Temos um ótimo elenco e podemos competir em alto nível em todas as competições. Vamos trabalhar bastante para levar o Atlético a um lugar muito alto”, finalizou.