Na 18ª colocação, o Atlético está a cinco pontos de deixar a zona do rebaixamento, restando 13 jogos para o fim do Campeonato Brasileiro. Apesar da situação delicada, o técnico Antônio Lopes não traça metas a serem conquistadas (como por exemplo, vencer sete ou oito partidas). Pelo contrário, já que o treinador prefere pensar jogo a jogo daqui pra frente.

“A meta é a cada jogo, ir fazendo nossa parte a cada partida. Demos sorte que na última rodada, quando empatamos, a nossa situação permaneceu a mesma porque os nossos adversários não pontuaram. Mas temos que ganhar para melhorar nossa situação, cada jogo é decisão de campeonato e é assim que tem que ser até o fim do campeonato”, disse Antônio Lopes, lembrando que o Atlético não vence desde o dia 18 de setembro, quando derrotou o Flamengo por 2 a 1, em Volta Redonda.

No treinamento desta quarta-feira, no CT do Caju, Lopes manteve a mesma formação ofensiva adotada no coletivo de ontem, com dois volantes e dois meias e a possibilidade de atuar com três atacantes quando o Atlético estiver com a bola. O Furacão ainda faz mais alguns treinos antes do jogo de domingo, contra o Internacional, a partir das 16h, na Arena da Baixada.