Em seu segundo jogo no comando do Atlético, o técnico Antônio Lopes vai mandar a campo um time bastante modificado com relação àquele que perdeu por 4 a 0 para o Grêmio. Ao todo, são seis mudanças para a partida desta quarta-feira, contra o Palmeiras, a partir das 21h50, na Arena da Baixada.

Edílson volta à lateral direita no lugar de Wagner Diniz; Rafael Santos fica com a vaga de Fabrício na zaga; Héracles entra na lateral direita e Paulinho sai do time; Marcelo Oliveira joga no meio no lugar de Fransérgio; Guerrón e Adaílton formam a dupla de ataque nas vagas de Madson e Pablo.

Uma das principais mudanças foi o retorno do equatoriano Guerrón ao time titular do Atlético. Contestado por boa parte da torcida rubro-negra, o jogador passou várias semanas entregue ao departamento médico e foi pouco utilizado por Renato Gaúcho. De acordo com Antônio Lopes, a dupla de ataque formada por Guerrón e Adaílton deu boa mobilidade à equipe rubro-negra no treinamento desta terça-feira, no CT do Caju.

“O Guerrón treinou muito bem, assim como o Adaílton. O time ganhou em força ali no ataque, em velocidade também. Então vamos colocar os dois jogadores por causa disso”, explicou o treinador, confirmando que o Furacão vai jogar no 4-4-2, diferente do 3-5-2 implantado na partida diante do Grêmio. “Vamos jogar com uma linha de quatro atrás, quatro jogadores no meio-campo e dois atacantes”, completou Lopes.

Divulgação
Guerrón volta a ser titular do ataque atleticano

Outra novidade é o retorno de Marcelo Oliveira ao meio-campo atleticano, jogador que foi titular em toda a passagem de Adilson Batista pelo clube, mas que não foi aproveitado por Renato Gaúcho. “Eu espero que possam surgir os gols, até porque colocamos o Marcelo e ele tem muita técnica. Vai melhorar nossa posse de bola, nossa criatividade e a organização do nosso meio-campo. Junto do Cléber Santana e do Marcinho, esses três vão ser os responsáveis pela armação de jogadas. São três jogadores inteligentes”, disse o comandante rubro-negro.

Na lateral esquerda, o criticado Paulinho dá lugar ao prata da casa Héracles, atleta que já trabalhou com Lopes na última passagem dele pelo Atlético, em 2009. “É um garoto que já mostrava potencial em 2009, eu acompanhei esse jogador nas Seleções de base também. As informações que a gente tem é que ele fez uma boa Taça BH e fez um bom treinamento ontem. Ele tem boas condições de fazer uma boa partida, porque ele marca bem e ataca bem também. Estou apostando muito nele”, afirmou.

Por fim, o treinador quis deixar claro que todas as mudanças na equipe foram por conta de análises feitas durante os treinamentos dessa semana. “Começamos agora o trabalho e pelo que eu vi nos treinamentos e no último jogo, as modificações foram feitas por conta disso”, afirmou Antônio Lopes, que manda a campo a seguinte formação: Renan Rocha; Edílson, Manoel, Rafael Santos e Héracles; Deivid, Marcelo Oliveira, Cléber Santana e Marcinho; Guerrón e Adaílton.