Valquir Aureliano
Antônio Lopes repete escalação adotada na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo

Ao longo da semana que antecedeu o jogo entre América e Atlético, os atletas do Coelho não pouparam críticas ao técnico Antônio Lopes, que teve uma curta e conturbada passagem pelo clube mineiro nesta temporada. Alguns jogadores até declararam publicamente que não gostam do atual treinador do Furacão.

Por dentro da movimentação que rolou em torno de seu nome na imprensa mineira, Antônio Lopes disse não entender porque tudo isso aconteceu.”Eles não precisavam ter falado tudo aquilo, porque quando eu saí do América eu não participei de uma coletiva, justamente para evitar que distorcessem o que eu viesse a falar. Eu saí porque estava com problemas particulares no Rio de Janeiro e cheguei a me encontrar com os jogadores depois disso”, afirmou o Delegado.

Nos dois encontros que ele disse ter tido com o grupo americano, Lopes garantiu ter sido bem recebido.”Sempre conversei normalmente com os jogadores depois que saí. Estranhei eles não terem falado nada antes da semana do jogo. Não sei se foi para motivar o time para o jogo contra a gente, mas já conversei com um dirigente do América que falou que nada partiu da diretoria do clube”, completou.

Além de ter achado estranho esse clima de rivalidade criado durante a semana, o comandante rubro-negro afirmou nunca ter criticado o elenco do Coelho, ao contrário do que foi veiculado na imprensa de Minas Gerais.”Não havia razão para eu falar mal de jogadores, não tenho o que falar do clube, sempre fui bem tratado lá. Não entendo porque aconteceu tudo isso”, finalizou Antônio Lopes.

Escalação confirmada

Após o treino da manhã deste sábado, em Uberlândia, Lopes confirmou a escalação que vai mandar a campo na partida de amanhã, a partir das 17h, no Parque do Sabiá. “A semana de trabalhos foi muito boa e eu vou repetir a mesma formação do jogo contra o São Paulo”, afirmou o treinador. Com isso, o Atlético enfrenta o América com Renan Rocha; Wendel, Manoel, Gustavo e Héracles; Deivid, Marcelo Oliveira, Paulo Baier e Marcinho; Guerrón e Nieto.