Apesar do empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, na tarde deste domingo, na Arena do Jacaré, o técnico Antônio Lopes elogiou a atuação do Atlético nesse duelo decisivo na luta contra o rebaixamento. O treinador ainda isentou Paulo Baier de uma possível culpa pelo gol de empate da Raposa. O meia bateu uma falta na barreira, que originou o contra-ataque do tento mineiro.

“O time não fez uma má partida, foi bem no primeiro tempo, caiu um pouco no segundo tempo, mas a gente poderia ter decidido o jogo. Criamos algumas oportunidades e eu gostei da apresentação da equipe. Os jogadores lutaram muito, marcaram bem e só falhamos no gol deles”, afirmou Lopes.”Acontece. Ele bateu, pegou na barreira e nós tomamos o contra-ataque. Esse tipo de jogada faz parte do jogo”, completou Lopes.

O treinador só reclamou de um gol mal anulado do Atlético, que garantiria a vitória rubro-negra por 2 a 1. Após lançamento de Branquinho, Paulo Baier não alcançou, mas Fábio falhou e a bola acabou entrando, mas o bandeirinha anulou o gol alegando impedimento de Paulo Baier.”Não estava impedido, a própria televisão mostrou. O bandeirinha errou e fomos prejudicados porque o erro dele influenciou no placar”, analisou o Delegado.

Na próxima rodada, enquanto o Furacão enfrenta o já rebaixado América, Ceará e Cruzeiro se enfrentam, e caso os dois times empatem e o Atlético vença, o Rubro-Negro deixa a zona de rebaixamento. Apesar da importância do duelo Ceará x Cruzeiro, Lopes só pensa no Coelho.”O negócio é a gente não ficar pensando muito nisso. Temos que ganhar do América e não ficarmos preocupados com o resultado de Ceará x Cruzeiro”, finalizou Antônio Lopes.