Depois de estar vencendo o vice-líder Vasco por 2 a 0, na Arena da Baixada, o Atlético acabou cedendo o empate ao recuar demais no segundo tempo. Após um frustrante 2 a 2, que manteve o time a três pontos de deixar a zona de rebaixamento, Paulo Baier desabafou na saída de campo.

“Nosso time é muito juvenil ainda. Tem que aprender muito, tem muita meninada em campo. E num Campeonato Brasileiro não aguenta. Nós temos muitos jogadores experientes no banco e não colocamos para jogar”, disse o meia, criticando até mesmo a escalação e as substituições do técnico Antônio Lopes.

Ao se defender das polêmicas declarações de Paulo Baier, Lopes disse que precisava colocar atacantes em campo para vencer a partida e acabou optando pelos jogadores que tinha à disposição, como os jovens Jenison e Adaílton. Além disso, o Delegado garantiu que as palavras de Baier não vão rachar o elenco rubro-negro.

“Eu tinha que colocar atacantes e entraram os que a gente tinha. Não adiantava colocar jogadores de meio que a pressão ia ser maior”, afirmou o comandante atleticano. “Com certeza essas declarações não vão rachar o elenco, foram apenas palavras pontuais e isso se resolve tranquilamente”, completou Antônio Lopes.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Botafogo, 3º colocado, a partir das 16h, no Engenhão.