Por Guilherme Coimbra

Jonathan é o novo reforço do Atlético para 2017 (Divulgação/Atlético)

O lateral-direito Jonathan, que estava no Fluminense, é o segundo reforço do Atlético para 2017. O jogador de 30 anos chegou a Curitiba nesta quinta-feira (21) para realizar exames médicos e acertar com o Furacão. Revelado pelo Cruzeiro, o atleta tem passagens pelo Santos e pela Internazionale de Milão, da Itália.

O novo reforço rubro-negro despontou no Cruzeiro, clube no qual defendeu até 2010, quando foi transferido para o Santos. No Peixe, Jonathan conquistou o título da Libertadores de 2011 e, logo em seguida, foi contratado pela Inter de Milão, da Itália. O lateral retornou ao Brasil no ano passado para vestir a camisa do Fluminense.

“A estrutura aqui é maravilhosa. Já trabalhei com o Paulo [Autuori] que me falou muito bem do clube. Joguei várias vezes contra o Atlético e a torcida apoia o tempo todo. Espero contribuir com bons jogos”, disse o jogador em entrevista ao site oficial do clube.

O lateral-direito trabalhou com o técnico atleticano Paulo Autuori em 2007, no Cruzeiro, e não poupou elogios ao comandante. “Para mim é o melhor treinador com quem já trabalhei. É um profissional que faz com que o ambiente todo fique feliz e com todos os atletas motivados para trabalhar. Com ele não existe nome, joga quem estiver melhor. É um cara que tem uma qualidade tática muito grande, humano, com uma índole e um caráter espetacular”, afirmou.

Experiente em Libertadores, o jogador fará a sua quinta participação na competição, desta vez com a camisa rubro-negra. “Para mim são os jogos fora de casa, pelas viagens que são desgastantes. Os adversários são catimbeiros e ainda tem a pressão da torcida. Precisamos estar bem preparados mentalmente. Temos que pensar só em jogar bola e colocar em prática aquilo que o Paulo [Autuori] pedir”, destacou.

Com passagem pelo futebol italiano, Jonathan ressaltou o aprendizado jogando fora do seu país. “No início a adaptação foi complicada. Mas depois pude ter uma boa sequência na Inter. É um time grande, que proporcionou grandes coisas na minha carreira. Aprendi muito taticamente. E espero poder passar um pouco dessa minha experiência aos demais jogadores aqui no Atlético”, finalizou.