A Junta Eleitoral do Atlético negou, nesta sexta-feira, o pedido de impugnação da chapa “CAP GIGANTE”, feito pela chapa “Paixão pelo Furacão”, confirmando oficialmente o confrontro entre os dois grupos no pleito do próximo dia 15 de dezembro.

De acordo com a chapa “Paixão pelo Furacão”, encabeçada por Ênio Fornea e Diogo Fadel Braz, há um conflito de interesses caso a “CAP GIGANTE” vença as eleições. É porque esta chapa é composta por Antônio Carlos Bettega e Mário Celso Petraglia, dois membros daSociede de Propósito Específico (SPE), organização responsável pelas obras na Arena da Baixada para a Copa do Mundo de 2014.

Os membros da “Paixão pela Furacão” alegam que seria incoerente a “CAP GIGANTE” conduzir o clube e também as obras no estádio, pois eles se auto-fiscalizariam. Sendo assim, o grupo protocolou um pedido, na última quarta-feira, para que Petraglia e Bettega fossem impedidos de concorrer ao pleito da próxima semana.

A “CAP GIGANTE” apresentou sua defesa, e na visão da Junta Eleitoral do Atlético, não há nada no Estatuto do Furacão que impeça que uma mesma pessoa gerencie o clube e a SPE e a chapa foi confirmada nas eleições. Esta pessoa, no caso, é Mário Celso Petraglia, candidato ao Conselho Administrativo e presidente da SPE.

Disposição na cédula de votação

Foi sorteada, nesta sexta-feira, a disposição de cada chapa na cédula de votação. O primeiro nome será o de Ênio Fornea, da “Paixão pelo Furacão”, e Antônio Carlos Bettega, da “CAP GIGANTE” aparece por segundo. Sete nomes de cada chapa foram vetados pela Junta Eleitoral, pois são sócios inadimplentes, e por isso, não podem compor o Conselho Deliberativo do clube.