Por Guilherme Coimbra com informações de Greyson Assunção

Jonathan chegou ao clube para reforçar a lateral-direita (Monique Vilela/Banda B)

Um dos reforços para o sistema defensivo, o lateral-direito Jonathan chega para dar mais experiência ao setor mais sólido do Atlético na última temporada. Revelado pelo Cruzeiro, o jogador de 30 anos acumula passagens pelo Santos e pelo futebol italiano. Campeão da Libertadores em 2011 pelo Peixe, o atleta prevê uma disputa sadia por uma posição com Léo, titular na lateral e que teve seu contrato renovado com o clube.

Experiente em Libertadores, Jonathan já disputou a competição quatro vezes, sendo vice-campeão pelo Cruzeiro, em 2009, e campeão quando defendia o Santos, em 2011. “Esta é a minha quinta Libertadores. Pude ser campeão da competição e sei o quanto é gostoso. Essa mescla de jogadores experientes com jogadores jovens é válida. Os jovens são pressionados pela torcida e os mais experientes podem estar passando tranquilidade para eles”, afirmou.

Vindo da Inter de Milão, experiente lateral-direito Jonathan explicou a influência do técnico Paulo Autuori em sua vinda para o clube. “Antes da minha chegada ao Atlético, o Paulo [Autuori] me ligou, falou do projeto e que tinha interesse em contar comigo neste ano. Eu já tinha trabalhado com ele em 2007 no Cruzeiro e já havia comentado outras vezes que tinha sido o melhor treinador que eu tinha trabalhado na minha carreira”, confessou.

Com a permanência do lateral Léo, titular na posição, Jonathan considerou a briga por uma vaga como benéfica para o grupo no geral. “O Léo é um jogador jovem, é a primeira vez que eu trabalho com ele. Já tive a oportunidade de vê-lo jogar e eu tenho a certeza que será uma disputa sadia como em todos os outros clubes. Quando um time tem em mente buscar títulos e chegar o mais longe nas competições, ele precisa ter jogadores qualificados em todas as posições. Quem sai ganhando com isso é o Atlético”, finalizou.