Jonathan agora disputa posição com Rossetto. (Monique Vilela/Banda B)

O técnico do Atlético, Fernando Diniz, surpreendeu a escalar Matheus Rossetto na lateral-direita mesmo com Jonathan à disposição. Para o treinador, o volante ganhou a posição pelo desempenho nas partidas e também nos treinamentos.

“Não é que o Jonathan que está mal. É o Rossetto que está bem demais. O Jonathan é o lateral mais técnico do Brasil. Tomei essa decisão de acordo que aconteceu nos jogos e também do que aconteceu nos treinos”, explicou Fernando Diniz.

Após perder a posição, Jonathan lembrou do aviso de Diniz que ninguém tem vaga garantida no Atlético e ressaltou que o treinador terá “dor de cabeça” para decidir o titular. “Rossetto já fez um bom contra o Newell’s Old Boys e repetiu contra o São Paulo. É só uma dor de cabeça a mais para o treinador”, disse.

“Desde quando ele chegou, sempre disse que não tinha titular. Eu era o titular da posição até o jogo contra a Chapecoense, mas são as opções que ele tem diante do nosso elenco. De origem só tem eu mesmo na lateral e o Rossetto foi bem. É um menino novo e eu apoio que ele jogue bastante. Quem sai ganhando com isso é o Atlético Paranaense”, acrescentou Jonathan.

Surpreso por ser titular na lateral, Matheus Rossetto destacou o apoio dado por Fernando Diniz para jogar em uma nova posição. “Tanto eu, como outros jogadores, estamos nos adaptando. Não tem posição fixa, vai sempre rodando com a bola e o Diniz nos deixa muito a vontade. É mais uma posição a mais e não tem nenhum problema jogar ali [na lateral]. Deixa para o professor decidir quem vai jogar e o mais importante é continuar embalado”, comentou.