Fernando Diniz admitiu erros do Atlético em empate. (Monique Vilela/Banda B)

A partida mais esperada da segunda rodada do Campeonato Brasileiro entre Grêmio e Atlético terminou empatada em 0 a 0. O técnico Fernando Diniz declarou que o jogo merecia gols pelo alto nível mostrado pelas duas equipes e analisou os erros cometidos por seus comandados.

“No primeiro tempo, Grêmio teve pelo menos duas ou três chances claras de marcar. Já no segundo tempo, qualquer uma das equipes poderia ter marcado. Jogo de hoje merecia resultado com gols e 2 a 2 ficaria bom”, afirmou Diniz. “O volume de jogo do Grêmio teve três questões centrais: erros na saída que a gente não costuma errar, a marcação na região central do campo estava muito espaçada e quando a gente tinha a bola no campo de ataque, tinha impaciência para furar linha do Grêmio”, complementou.

Mesmo jogando fora de casa contra um dos melhores times do futebol brasileiro, o Atlético manteve o mesmo estilo de jogo e encarou o Grêmio de igual para igual. “A gente não tem muita necessidade de mudar. Jogamos quase sempre assim. Tivemos alguns desajustes durante o primeiro tempo, mas não tem muito o que mexer na nossa estratégia. Tínhamos algumas preocupações com Arthur, Luan e Maicon. A maneira que o time joga se adapta ao natural a forma que os adversários jogam”, explicou o comandante.

Com pouco mais de três meses de trabalho, o Atlético jogou apenas nove vezes e teve quatro vitórias e cinco empates. Para Diniz, o pouco tempo dentro de campo prejudica na maratona de jogos. “Muitas pessoas falam que tenho 100 dias de trabalho, como se fosse muito tempo. O Grêmio tem dois anos de trabalho. Em 100 dias, tivemos poucos jogos, mas todos foram decisivas. Eu preferia ter jogado mais e ainda pesa a falta de ritmo de jogo. De uma maneira bem específica, é muito trabalho intenso e tático e estabelecimento de boas relações”, comentou.

“Nós jogamos e temos dois ou três dias de recuperação. Tentamos preparar o melhor possível para conseguir jogar. O melhor treino para o futebol é o jogo. Quando acumula jogos, você acaba sofrendo. Se tivesse uma carga maior de jogos, estaríamos em melhores condições”, acrescentou o treinador.

Assista à entrevista do técnico Fernando Diniz:

Diniz

Posted by Portal Banda B on Sunday, April 22, 2018