Já faz três anos desde a última vitória do Atlético em cima do Coritiba. O último triunfo rubro-negro foi em 04 de maio de 2008, placar de 2 a 1 para o Furacão, na Arena da Baixada, pela final do Campeonato Paranaense daquele ano. Mesmo com a derrota, o Coritiba levantou a taça do estadual pois havia vencido o jogo de ida por 2 a 0, no Couto Pereira. Desde maio de 2008, foram disputados onze clássicos, com cinco vitórias do Coritiba e seis empates.

Pelo Brasileirão, o Furacão não vence o Coritiba desde 15 de outubro de 2005, quando derrotou o rival por 2 a 1, no Couto Pereira. De lá pra cá, aconteceram apenas quatro clássicos pelo campeonato nacional, dois em 2008 (ambos terminaram empatados em 1 a 1) e outros dois em 2009 (empate em 0 a 0 e vitória alviverde por 3 a 2). Isso porque o Verdão jogou a Série B em 2006, 2007 e 2010 e aí não houve Atletiba pelo Brasileirão.

Números à parte, o técnico Antônio Lopes não se incomoda com esse longo jejum e garante que seus atletas vão estar concentrados para vencer o Coritiba neste domingo, a partir das 17h, na Arena da Baixada. “Quem vive de passado é museu. Futebol é o momento, é o presente. Jogadores não estão nem aí para isso. Jogador que é tranquilo, que é experiente e que está acostumado nem liga. Ele só liga para a partida que tem que enfrentar”, afirmou o Delegado.