Por Pedro Melo 

Confira o gol da vitória atleticana na narração de Marcelo Ortiz:

Grafite marcou de pênalti o gol da vitória atleticana. (Ernani Ogata/Estadão Conteúdo)

Não importa o ano, quando o jogo é na Arena da Baixada o resultado é vitória do Atlético. Com um clima de jogo sul-americano, o Rubro-Negro conseguiu uma importante vitória por 1 a 0 sobre o Millonarios, da Colômbia, e joga por um empate para avançar a terceira fase da Libertadores.

O gol da vitória saiu aos nove minutos do segundo tempo. O atacante Pablo recebeu a bola dentro da área e foi derrubado pelo zagueiro Franco. Na cobrança, Grafite não precisou colocar muita força na bola, mas cobrou categoria no canto esquerdo para garantir a vitória atleticana.

Com o resultado, o Furacão precisa apenas empatar a partida de volta na próxima quarta-feira (08), em Bogotá, para seguir em busca de uma vaga na fase de grupos. Antes da viagem para Colômbia, o Atlético joga a segunda rodada do Campeonato Paranaense diante do PSTC no sábado (04), na Arena da Baixada.

Primeiro tempo com poucas chances de gol

A partida começou no melhor estilo da Libertadores com as duas equipes marcando muito forte. Nos primeiros 20 minutos, os jogadores se desentenderam em duas oportunidades e o árbitro German Delfino para não perder o controle da partida deu cartão amarelo para Felipe Gedoz e Duque.

Aos 25 minutos, o Rubro-Negro teve a primeira grande chance para sair na frente. Felipe Gedoz cobrou a falta na área, Paulo André ficou livre de marcação, mas furou a bola na hora da finalização. Já aos 30, Grafite dividiu com o goleiro Vikonis e na sobra, Crysan chutou em cima da marcação.

Rubro-Negro garante a vitória com gol de pênalti

Na volta para o segundo tempo, o técnico Paulo Autuori colocou Carlos Alberto no lugar de Crysan para dar mais criatividade ao meio-campo atleticano. O Atlético voltou com uma postura diferente e abriu o placar aos oito minutos. Pablo foi derrubado na área e o árbitro marcou a penalidade máxima. Na cobrança, Grafite cobrou sem muita força, mas marcou seu primeiro gol com a camisa atleticana.

Nos minutos seguintes, o Furacão pressionou o Millonarios, porém, não transformou a superioridade em gol. O Millonarios tentou surpreender e deu um susto na torcida atleticana aos 26 minutos. Silva recebe livre na pequena área, tira de Weverton, mas acerta na trave. O Atlético ainda quase ampliou o marcador aos 42 em chute forte de Sidcley que parou em bela defesa de Vikonis.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 1X0 MILLONARIOS

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Data: 01 de fevereiro de 2017.
Horário: 22h.
Árbitro: German Delfino (ARG).
Auxiliares: Gustavo Rossi (ARG) e Lucas Germanotta (ARG).
Público e renda: 23.610 presentes/R$ 515.440,00.

Atlético: Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Otávio, Lucho González (Matheus Rossetto) e Felipe Gedoz (Léo); Pablo, Crysan (Carlos Alberto) e Grafite.
Técnico:
Paulo Autuori.

Millonarios: Vikonis; Palacios, Franco, Cadavid e Machado; Domínguez, Duque (Gutierrez) e Rojas; Maxi Nuñez, Quiñonez (Silva) (Arango) e Del Valle.
Técnico: Miguel Ángel Russo.

Cartões amarelos: Felipe Gedoz, Pablo, Otávio, Carlos Alberto e Grafite (CAP); Duque, Dominguez, Palacios, Cadavid e Arango (MIL).
Gol: Grafite (CAP), aos 9′ do segundo tempo.