Por Guilherme Coimbra

De volta à Libertadores após três temporadas, o Atlético contará com a ajuda de um jogador que conhece todos os caminhos do torneio. O experiente meia argentino Lucho González disputará a competição pela sexta vez na sua carreira e já acumula uma conquista no seu currículo, em 2015, quando atuava pelo River Plate.

Lucho González disputará a sua sexta Libertadores em 2017 (Divulgação/Atlético)

A experiência do meio-campista será de extrema importância para a equipe no torneio, tanto dentro de campo, quando nos obstáculos que o Furacão terá pela frente. “É uma competição parecida com a Liga dos Campeões, principalmente na questão de deslocamento a outros países”, disse. “Quando você chega ao local do jogo, como visitante, a pressão é muito grande. Mas temos que superar as adversidades para fazer uma ótima Libertadores”, concluiu.

Competição difícil até para os mais experientes, Lucho González acredita que será importante para os mais jovens amadurecerem. “É um campeonato difícil. Mas resulta no amadurecimento e crescimento dos atletas. Principalmente para quem ainda não disputou essa competição”, comentou.

O jogador de 35 anos aconselha os menos experientes para aproveitarem ao máximo a oportunidade de disputar uma Libertadores. “O mais bonito, para qualquer jogar que participa pela primeira vez de uma competição como esta, é desfrutar dela. O meu conselho aos jogadores é para que desfrutem da competição e tenham o máximo de vontade quando entrarem em campo”, destacou.

A estreia do Furacão na Libertadores será no dia 1º de fevereiro, às 21h45, na Arena da Baixada, contra o Millonários, da Colômbia. A volta está marcada para o dia 8 de fevereiro, no Estádio El Campín, em Bogotá.