O goleiro Rodolfo falou pela primeira vez após os dois julgamento em razão do doping. Com exclusividade à Rádio Banda B, o camisa 1 do Atlético contou como está sendo a sua rotina de tratamento (nesta segunda-feira o atleta foi julgado pela segunda vez em razão do doping no jogo contra o Ceará, no dia 23 de junho, e foi absolvido por unanimidade no STJD).

“Hoje eu estou bem melhor, estou bem mais tranquilo, focado no meu tratamento e estou bem firme lá. Tenho só a agradecer o Atlético, que está me ajudando muito”, disse o jogador, que fez quetão de agradecer o apoio do clube.

Rodolfo ressaltou que o incentivo da família está sendo muito importante no processo de reabilitação. “Eu errei, isso é uma doença que me atingiu e pode atingir qualquer um. Agora tenho que pensar na minha carreira, na minha família e nos meus filhos”, disse.”Os meus filhos estão me ajudando muito, teve uma festa lá na clínica neste domingo que eu brinquei um monte com eles”, completou.

O advogado do Atlético, Domingo Moro, lembrou que esta é a primeira vez que Rodolfo foi aos microfones para falar sobre a recuperação. “Essa é a primeira vez que o Rodolfo está falando, e falou exclusivamente para a Banda B, que a rádio merece”, disse.

Moro também contou que o goleiro irá trabalhar não apenas como jogador dentro do CT do Cajú. “Quando o Rodolfo sair do tratamento, ele vai voltar aos trabalhos no CT do Atlético, mas não só como jogador, e sim também treinando goleiros dos juniores e coisas assim”, garantiu.

Além disso, moro garantiu que o jogador irá mostrar ao clube, todos os dias, que não está mais usando substâncias proibidas.”E uma atitude ótima que veio dele. Cada vez que ele for ao CT, ele vai fazer os exames para provar que não está mais usando as drogas”, finalizou.

Rodolfo foi punido com dois anos de suspensão no primeiro julgamento, referente ao doping na partida contra o CRB-AL.O Atlético já recorreu da pena deste primeiro julgamento.