O técnico do Atlético, Juan Ramón Carrasco, chegou ao Furacão no começo do ano e desde então e encontrou um time recém rebaixado e conseguiu dar uma identidade ao clube.

Segundo Carrasco, ele teve de implantar o seu estilo de jogo no Brasil. “Não é porque os jogadores não sejam rápido, mas é que não estão acostumados a trabalhar em alta velocidade”, lembrou ele, que implantou um jogo bastante corrido para o Atlético.

“A gente pensou que iria demorar para eles se conscientizarem de que o nosso modo de jogar é o melhor para a característica dos jogadores brasileiros”, falou Carrasco.

Em menos de cinco meses como técnico do Atlético, o treinador já está na final do Campeonato Paranaense, mas pede cautela e diz que ainda não venceu nada, mas ganhou um padrão de jogo. “Ainda não ganhamos coisas importantes, mas ganhamos identidade e padrão de jogo. O Atlético joga em qualquer campo com estilo que preocupa os treinadores e jogadores rivais”, finalizou.