Por Pedro Melo 

Atlético conseguiu um ponto em Chapecó. (Divulgação/Atlético)

Atlético conseguiu um ponto em Chapecó. (Divulgação/Atlético)

Sem a neblina, por muito pouco não deu Furacão. Depois de um primeiro tempo complicado, o Atlético voltou para o complemento da partida disposto a garantir os três pontos, mas pecou na hora das finalizações e ficou no empate em 0 a 0 com a Chapecoense.

Durante o intervalo, uma forte neblina atingiu a cidade de Chapecó, mas o árbitro Francisco Carlos Nascimento decidiu dar início ao segundo tempo. Porém, a visibilidade não melhorou e a partida foi suspensa com apenas um minuto. No retorno, o Rubro-Negro quase marcou com Léo, Vinícius e Walter, mas em todos os lances, a bola saiu por pouco.

Com o resultado, o Atlético continua na nona colocação, agora com 14 pontos, e somente a três do G4. O elenco atleticano permanece em Chapecó e só retorna para Curitiba nesta sexta-feira (24). A próxima rodada será no domingo (26) contra o Grêmio, na Arena da Baixada, às 16h.

Primeiro tempo sem gols

Assim como nas outras rodadas, o técnico Paulo Autuori sempre surpreende na escalação e a novidade da vez foi a escalação do jovem lateral-esquerdo Nicolas, que estreou no time profissional. Com bola rolando, a Chapecoense arriscou dois chutes com Arthur Maia, mas em ambos os lances, Weverton não teve problema para defender.

Do outro lado, o Rubro-Negro quase abriu o placar antes do intervalo em duas oportunidades antes do intervalo. Primeiro, em um grande chute da intermediária com Deivid que raspou no travessão antes de sair pela linha de fundo e depois, Walter cabeceou para o gol, mas Bruno Rangel tirou em cima da linha.

Atlético perde várias chances e o jogo termina empatado

Depois da paralisação por conta da neblina, as duas equipes retornaram para o gramado no dia seguinte para disputar o restante da partida e o Atlético voltou todo no ataque. A primeira chance foi em chute de Pablo na entrada da área que passou perto do travessão.

O melhor momento aconteceu em uma finalização inesperada do lateral-direito Léo que pegou muito efeito e foi na rede pelo lado de fora. Já a Chapecoense só não saiu de campo com os três pontos graças ao goleiro Weverton que realizou uma defesa sensacional em chute à queima-roupa de Hyoran.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0X0 ATLÉTICO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC).
Data: 22/23 de junho de 2016.
Horário: 19h30/15h.
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL).
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Pedro Jorge Santos de Araújo (AL).

Chapecoense: Danilo; Gimenez, Marcelo, Thiego e Sérgio Manoel (Cláudio Winck); Josimar, Cléber Santana e Arthur Maia (Rafael Bastos); Lucas Gomes, Silvinho (Hyoran) e Bruno Rangel.
Técnico: Guto Ferreira.

Atlético: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio, Deivid e Vinícius; Pablo, Anderson Lopes e Walter.
Técnico: Paulo Autuori.

Cartões amarelos: Walter e Léo (CAP); Hyoran (CHA).