O Atlético sofreu no empate contra o Goiás, jogando pela primeira vez no Gigante do Itiberê, no último sábado (16). O principal motivo foi a péssima condição do gramado do estádio em Paranaguá.

“O campo não nos ajudou sem dúvida nenhuma. É uma coisa que vamos ter que conversar internamente, e o Atlético vai ter que trabalhar nesses 15 dias para melhorar esse gramado”, falou o treinador do Furacão.

Segundo Drubscky, o gramado é um fator importante para o trabalho que está sendo realizado no Atlético. “A maneira com que eu trabalho é de bola no chão, com bastante toque, e por isso, a gente precisa de um campo bom”, garantiu ele.