Após a demissão do técnico Jorginho, vários boatos começaram a aparecer sobre quem seria contratado para comandar a equipe Rubro-Negra. Um dos primeiros nomes que surgiram foram de Falcão, que havia sido sondado no ano passado.

Porém, a diretoria descartou a possibilidade da negociação com o ex-treinador do Bahia, que foi procurado pela Rádio Banda B e por meio de outras pessoas, disse que estava disponível para negociações.

Os outros nomse sondados pela diretoria continuam com nomes como Toninho Cerezo, ex-técnico do Vitória, Gilson Kleinar, treinador da Ponte Preta e Emerson Leão, demitido do São Paulo há pouco mais de um mês.

A possibilidade de efetivar novamente Ricardo Drubscky, ou até mesmo Alberto, assessor direto do presidente Mário Celso Petraglia, não foram descartadas.