Por Guilherme Coimbra com informações de Felipe Dutra

Douglas Coutinho pediu calma aos torcedores e acredita no amadurecimento da equipe (Divulgação/Atlético)

O Atlético tropeçou novamente e empatou com o Londrina em casa, neste domingo (12), pelo Campeonato Paranaense. Depois de uma nova atuação sem brio e que colocou o time fora da zona de classificação no estadual, o atacante Douglas Coutinho pediu a paciência do torcedor e salientou que os detalhes que estão levando aos resultados negativos devem ser usados como lição para o amadurecimento da equipe.

Jogamos para buscar o resultado positivo, mas infelizmente não veio. Buscamos o gol no final do jogo e são os detalhes que temos que ver para não sair com o resultado negativo principalmente dentro de casa. Para mim, o empate foi ruim ainda mais com o apoio da nossa torcida e estarmos jogando em casa. Temos que usar isso como fator positivo para conquistar os três pontos, mas o time se entregou e são pequenas coisas para serem ajustadas, ainda mais por sermos uma equipe jovem”, afirmou Coutinho em entrevista coletiva após o empate contra o Londrina.

A juventude do time alternativo do Atlético no estadual faz de Douglas Coutinho um jogador experiente aos 23 anos. Por se tratar de atletas ainda em formação, o camisa 77 usou como exemplo o seu primeiro ano de profissional para pedir paciência à torcida rubro-negra.

Querendo ou não, apesar de ter subido novo para o profissional, eu sou um dos jogadores mais novos. A ideia do clube é formar jogadores mais novos para ter oportunidade e, querendo ou não, a torcida cobra porque quer ver o time sempre ganhando. Queria pedir um pouco de paciência, pois no ano que eu subi pelo Sub-23 foi a mesma situação, infelizmente não começamos bem. Depois demos a volta por cima, o time encaixou e chegamos na final. Então peço que a torcida continue acreditando e apoiando, que vamos encaixar e pegar uma sequência boa de vitórias”, suplicou Douglas Coutinho.

Voltando as atenções para a Libertadores, Coutinho negou que o Furacão esteja menosprezando o estadual e reforçou a importância das duas competições. “O Atlético tem um elenco forte e jogadores qualificados para disputar as duas competições e jogar em alto nível. Só que infelizmente o que todo mundo quer é que o time esteja bem nos dois campeonatos. É questão de tempo e ajuste para o estadual, por termos atletas jovens. A ansiedade vem atrapalhando um pouco, mas temos que nos ligar rápido para dar a volta por cima”, concluiu.