Depois de ser poupado do treino de ontem por conta de dores musculares, o volante Deivid voltou aos trabalhos na manhã desta quarta-feira, e sendo assim, tem presença confirmada no próximo jogo do Atlético, contra o Corinthians, a partir das 17h de domingo, no Pacaembu.

Absolvido pelo STJD pela expulsão no jogo contra o Avaí, o zagueiro Manoel está liberado para enfrentar o Timão, mas segue entregue ao departamento médico, se recuperando de dores na coxa. Os atacantes Guerrón e Pablo, ambos com dores musculares nas costas, também não estão treinando e seguem sob os cuidados dos médicos do Furacão.

No treino desta manhã, no CT do Caju, o técnico Antônio Lopes comandou umtrabalho técnico de cruzamento e finalização, e depois, um coletivo. As novidades desta atividade foram as presenças de Branquinho e Rodriguinho, recuperados de lesões, e que treinaram normalmente com o restante dos jogadores. “São bons valores e podem ser aproveitados na sequência”, resumiu Antônio Lopes.

Para iniciar o coletivo, o treinador rubro-negro armou a equipe da seguinte maneira:Renan Rocha; Wagner Diniz, Fabrício, Gustavo Araújo e Heracles; Wendel, Renan, Paulo Baier e Marcinho; Adaílton e Nieto. Sem Marcelo Oliveira, que pertence ao Corinthians e não pode enfrentar seu clube, a opção de hoje foi por Wendel. “A princípio estou treinando com ele e o Wendel para ter dois volantes pegadores para jogar com três atacantes”, explicou o técnico.

Dificuldades no Pacaembu

De volta depois de cumprir suspensão, o meia Paulo Baier será titular diante do Corinthians, mas prevê um duelo complicado no Pacaembu.”Temos que ter atenção, não levar gol no início do jogo, procurar sair na frente no placar. Fora de casa, quando você tem chance de fazer o gol, você não pode desperdiçar. É um jogo complicado, vai ter uma pressão muito grande da torcida dele. Temos que ter tranquilidade, jogar pra vencer, ir pra cima deles também”, afirmou o meia.