Por Esporte Banda B

Uma vitória significa ingressar no G4 do Campeonato Brasileiro. Se superar o Cruzeiro, no Mineirão, o Furacão estará entre os quatro melhores do Brasileirão. A missão é difícil, bater uma Raposa em ascensão, fora de casa, mas os três pontos colocam o Rubro-negro em quarto lugar. O jogo é o primeiro dos times paranaenses no novo “monday night” do futebol brasileiro.

Paulo André retorna para formar dupla com Thiago Heleno. (Divulgação/ Atlético)

Paulo André retorna para a defesa. (Divulgação/ Atlético)

Horário nobre no futebol americano, o “monday night” preenche as noites de segundas-feiras com esporte. Se nos EUA a bola oval tem na segunda seu ponto alto, o Campeonato Brasileiro tenta fazer algo parecido. Na primeira partida da competição nesse novo horário, houve recorde de audiência na televisão.

E a partir das 20h desta segunda, o Furacão tenta bater a Raposa em sua casa, para entrar no G4. O técnico Paulo Autuori conta com a volta do zagueiro Paulo André, um dos líderes do elenco, além de ter o retorno de Pablo. No entanto, o volante Deivid é desfalque por lesão.

Sóbis é a novidade na equipe. (Washington Alves/ Lightpress/ Cruzeiro)

Sóbis é a novidade na equipe. (Washington Alves/ Lightpress/ Cruzeiro)

Cruzeiro quer melhorar fator casa

O adversário atleticano esboça uma ascensão no Brasileiro. O time teve alguns bons resultados em sequência, mas voltou a oscilar e quer recuperar a força para deixar o Z4 para trás. E fazer valer o fator casa é uma das missões da Raposa de Paulo Bento. Até o momento, o time tem apenas 33% de aproveitamento no Mineirão. A grande novidade do time é o atacante Rafael Sóbis, que deverá começar como titular.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO x ATLÉTICO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte.
Data: 11 de julho de 2016.
Horário: 20h.

Cruzeiro: Fábio; Lucas, Bruno Viana, Bruno Rodrigo e Bryan; Henrique, Ariel Cabral, Robinho e Arrascaeta; Willian e Rafael Sóbis.
Técnico: Paulo Bento.

Atlético: Weverton; Léo, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Hernani, Pablo, Vinícius e Nikão; André Lima.
Técnico: Paulo Autuori.