Revelado no Atlético e grande estrela do time vice-campeão brasileiro de 2004, o meia Jadson está há sete anos no Shaktar Donetsk, clube da Ucrânia, mas nem mesmo a distância o afastou do Rubro-Negro. De longe, o jogador acompanhou o sofimento do Furacão no Campeonato Brasileiro e a queda para a Série B.

Em entrevista exclusiva ao jornal “The Independent”, da Inglaterra, Jadson falou sobre a tristeza de ver o clube de seu coração na segunda divisão do futebol brasileiro. “Foi uma grande tristeza para mim, porque eu devo muito a esse time. Eles me deram a chance de jogar profissionalmente e eu sempre serei um torcedor do Atlético. Eu estava torcendo pra que eles ficassem na primeira divisão e me dói ver que eles caíram”, afirmou Jadson.

E mesmo com poucas pretensões de voltar ao Brasil em 2012, ao contrário do que a imprensa nacional vem noticiando, Jadson promete torcer pelo sucesso do Furacão na próxima temporada. “Eu certamente estarei torcendo ano que vem para que eles voltem à primeira divisão. Ser torcedor é assim mesmo, tem que apoiar nos bons e maus momentos”, completou o meia.

A tendência, de acordo com a imprensa internacional, é que Jadson jogue no futebol inglês em 2012. De certo, apenas que o meia deve mesmo deixar a Ucrânia depois de sete anos no país. Sobre um possível interesse do Liverpool em contratá-lo, o jogador afirmou não ter recebido nenhuma proposta oficial, mas se mostrou bastante interessado em jogar na Inglaterra na próxima temporada.

“Eu tenho ouvido que existe a possibilidade de algum interesse do Liverpool, mas nada concreto até o momento. Durante meus 7 anos na Ucrânia, eu ganhei sete títulos nacionais e uma Liga Uefa, é mais do que eu poderia ter imaginado. Talvez uma mudança aconteça em um futuro próximo, se for bom para todos. Se ocorrese uma chance de mudança para a Inglaterra eu ficaria feliz por ir e me dedicar a ganhar outros títulos em um novo país”, afirmou Jadson.