Por Guilherme Coimbra com informações de Felipe Dutra

Crysan marcou o gol atleticano diante do Prundentópolis (Divulgação/Atlético)

Contestado pela torcida, o atacante Crysan tem tido presença constante na equipe rubro-negra no seu retorno ao clube. Com a confiança do técnico Paulo Autuori, o camisa 96, autor do gol do Atlético na derrota para o Prudentópolis, no último domingo (12), avaliou o seu momento individual e afirmou ter amadurecido em sua passagem pelo Oeste, por empréstimo, na temporada passada.

Autor do gol atleticano na partida, Crysan avaliou a derrota do Furacão contra o Prudentópolis no Newton Agibert. “O campo prejudicou muito o nosso estilo de jogo. Temos muito a ganhar com a experiência. Estamos com um time muito novo e que está errando muito em coisas que talvez pessoas mais experientes não errassem. Eu acho que isso é amadurecer. Os resultados vão vir com a sequência de jogos. O resultado de hoje não foi que nós esperávamos, mas o que temos que realçar é a entrega”, comentou.

Sem vencer no estadual, o atacante reforçou que as vitórias serão construídas com paciência. “Estamos fazendo uma sequência boa, com bons jogos, só não está vindo o resultado. Eu acho que é questão de corrigir o máximo possível para minimizar os erros. No Paranaense vamos encontrar só campos assim, adversários que contra o Atlético vão dar a vida. É a experiência. Colocando na cabeça e treinando forte, os resultados virão”, declarou.

Tendo oportunidades no retorno ao Atlético, Crysan destacou o amadurecimento adquirido na passagem pelo Oeste no ano passado e a confiança do comandante rubro-negro. “Eu venho em um momento feliz. Estou tendo sequência de jogos com o Autuori e ele passa segurança para o jogador, principalmente para nós que somos mais novos. Quando fui para o Oeste, o Fernando Diniz me ajudou muito a amadurecer e entender mais o jogo. Sou uma nova pessoa, para melhor”, disse.

Crysan agora projeta o clássico contra o Coritiba, no próximo domingo (19), às 17h, na Arena da Baixada, pela quinta rodada do Campeonato Paranaense. “Atletiba é Atletiba. Tem a rivalidade, por mais que sejamos uma equipe nova, vamos jogar de igual para igual, pois são onze de cada lado. Vamos com a cabeça do que o professor passar na semana. Agora temos que focar na Libertadores e pegar as coisas boas para colocar no clássico”, finalizou.