Na 18ª colocação do Campeonato Brasileiro, o Atlético vive uma situação delicada restando quatro rodadas para o fim da competição. Para dar um passo importante na luta contra o rebaixamento, o Furacão recebe o São Paulo, a partir das 20h30 desta quarta-feira, na Arena da Baixada.

O jogo de hoje é considerado importantíssimo para o Rubro-Negro escapar da degola. A três pontos de deixar a zona de rebaixamento, o Atlético só pensa em vencer o tricolor paulista, adversário que nunca venceu na Arena da Baixada, e ainda torce por um tropeço do Cruzeiro diante do Avaí para se igualar ao número de pontos da Raposa (16º colocado) e ficar muito perto de deixar a zona da degola.

“Eu coloquei para o grupo que temos apenas três pontos de diferença para o Cruzeiro, que ainda jogará contra nós. Há essa possibilidade da gente sair da zona de rebaixamento, porque a distância é curta. Eu acredito que com três vitórias dá pra escapar. Pode ser que até com menos de 43 pontos o time já se salve, mas nossa conta é essa. Queremos somar mais três vitórias no mínimo”, analisou o técnico Antônio Lopes.

Para enfrentar o São Paulo, Lopes vai manter a formação ofensiva utilizada na derrota por 2 a 1 para o Corinthians. Paulo Baier será o responsável pela armação de jogadas, com Marcinho, Guerrón e Nieto jogando no ataque rubro-negro. No meio, Marcelo Oliveira volta ao time e será titular. Como Wagner Diniz pertence ao tricolor paulista e não pode enfrentar seu clube de origem por força contratual, Wendel será deslocado para a lateral direita. Na zaga, Manoel será titular pois está recuperado de dores musculares.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO X SÃO PAULO

Local:Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data:16 de novembro de 2011, quarta-feira
Horário:20h30 (de Brasília)
Árbitro:Pablo dos Santos Alves (ES)
Auxiliares:Fabiano da Silva Ramires e Jose Maciel Linhares (ambos do ES)

ATLÉTICO-PR:Renan Rocha; Wendel, Manoel, Gustavo e Héracles; Deivid, Marcelo Oliveira, Paulo Baier e Marcinho; Guerrón e Nieto.
Técnico:Antônio Lopes

SÃO PAULO:Rogério Ceni; Jean, Xandão, Rhodolfo e Cícero; Wellington, Denilson, Carlinhos Paraíba e Lucas; Fernandinho e Willian José
Técnico:Emerson Leão