Por Pedro Melo

Atlético depende apenas de si para terminar no G6. (Divulgação/Atlético)

Atlético depende apenas de si para terminar no G6. (Divulgação/Atlético)

O Atlético está muito próximo de garantir a vaga na próxima Copa Libertadores e precisa vencer o Flamengo neste domingo (11), às 17h, para disputar a competição internacional em 2017 e também terminar entre os cinco primeiros colocados do Campeonato Brasileiro.

Para isso, o Rubro-Negro quer usar a força da Arena da Baixada, onde está praticamente imbatível neste brasileirão. O Furacão tem um aproveitamento de 87% dentro de casa, com 15 vitórias, dois empates e apenas uma derrota, a melhor campanha como mandante dentre as 20 equipes.

Capitão do Atlético, o goleiro Weverton comemora o fato do time não precisar de outros resultados para terminar no G6. “O que vai acontecer com os outros resultados, não é um problema nosso. O que nos deixa tranquilo é saber que dependemos de nós, das nossas forças e do nosso grupo. Vamos fazer de tudo para sair com a vitória e dar alegria ao nosso torcedor, que vai lotar a Arena no domingo”, declarou.

Com a vaga muito próxima, a torcida comprou a ideia de apoiar a equipe na ‘partida do ano’ e a expectativa é de recorde de público na Arena da Baixada. Em jogos do Atlético, o maior público foi de 35.746 presentes na estreia da grama sintética contra o Criciúma, em fevereiro.

Flamengo luta pelo vice-campeonato

O Flamengo já confirmou sua vaga na Libertadores, mas ainda não pensa na temporada de 2017. O Rubro-Negro vem com força máxima para manter a segunda colocação e levar R$ 10,7 milhões em premiação, mais de R$ 3 milhões em relação ao terceiro colocado.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO X FLAMENGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Data: 11 de dezembro de 2016.
Horário: 17h.
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO).
Assistentes: Bruno Raphael Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO).

Atlético: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani, Lucas Fernandes, Lucho González e Pablo; André Lima.
Técnico: Paulo Autuori.

Flamengo: Alex Muralha; Pará, Rever, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Alan Patrick; Gabriel, Éverton e Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo.