Por Rodrigo Dornelles

Ouça os gols da vitória do Atlético na voz de Marcelo Ortiz:

Walter foi o nome da noite na Baixada. (Divulgação/ Atlético)

Walter foi o nome da noite na Baixada. (Divulgação/ Atlético)

Vitória para derrubar o líder. O Atlético venceu o Corinthians para um ótimo público na Baixada e colou no G4 do Campeonato Brasileiro. A fria noite de quarta-feira (3) esquentou na Arena com mais de 27 mil torcedores. Walter, duas vezes, patrocinou a alegria no estádio rubro-negro, definindo o placar de 2 a 0 a favor do time paranaense.

Após um primeiro tempo bastante equilibrado na Baixada, o Corinthians foi quem começou melhor na etapa final. Mas o Atlético foi eficiente e mortal. Aos 30 minutos, Paulo André lançou, Pablo deixou passar e Walter dominou na área antes de marcar de perna esquerda. Já aos 42′, Lucas Fernandes arrancou em contra-ataque pela direita, em velocidade, fez o passe para o meio servindo Walter para marcar o segundo gol atleticano.

Com eficiência, o Atlético somou mais três pontos em casa no Brasileirão e chegou aos 30 pontos na competição. Com esse resultado, a equipe fica momentaneamente na sexta colocação, secando adversários na quinta-feira (4) para ficar a um ponto do G4. O próximo compromisso atleticano é fora de casa, contra o Flamengo, sábado (6). O Corinthians, com a derrota, deixa a liderança do campeonato, que agora é do Santos, que empatou com Fla por 0 a 0. Na próxima rodada, o Timão recebe o Cruzeiro, segunda-feira (8).

Equilíbrio e poucas chances

Igualdade. Essa foi a palavra do primeiro tempo entre Atlético e Corinthians na Arena da Baixada. Com posse de bola praticamente igual para as duas equipes, o Furacão foi superior no número de finalizações. Jogando em casa, o Rubro-negro tentou mais o gol. Foram seis finalizações que fizeram o goleiro Cássio trabalhar. As melhores com Hernani, duas vezes, e Marcos Guilherme, de cabeça.

Do outro lado, o goleiro Santos, que assumiu a titularidade do Atlético após a saída de Weverton para a Olimpíada, nem precisou ser testado. Foram apenas duas finalizações corintianas no alvo. Em uma delas, de Bruno Henrique, o camisa 1 atleticano segurou firme, no centro do gol.

Walter aparece para definir o jogo

Quem começou melhor a etapa final de partida foi o Timão. O Alvinegro gostou do jogo e levou perigo ao gol atleticano. Em uma oportunidade, após escanteio da direita, no desvio a bola ficou na pequena área para a finalização, mas Santos operou um milagre e salvou o Furacão. Na metade do segundo tempo, foi a vez do Rubro-negro aparecer na frente. Lançamento de Paulo André, Pablo deixa passar, Walter domina na área e fuzila de perna esquerda para balançar a rede de Cássio.

Já aos 41 minutos, em contra-ataque mortal, Lucas Fernandes arrancou pela direita em alta velocidade, serviu Walter pelo meio, que só teve o trabalho de empurrar para o gol e definir o placar. Eficiente, o Furacão bateu o Alvinegro e derrubou o líder do Brasileirão. O Furacão ainda se aproxima do G4 do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 2×0 CORINTHIANS

Local: Arena da Baixada, em Curitiba.
Data: 03 de agosto de 2016.
Horário: 22h.
Público e renda: 

Atlético: Santos; Léo (Rafael Galhardo), Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Hernani, Marcos Guilherme (Lucas Fernandes), Vinícius (Rossetto) e Pablo; Walter.
Técnico: Paulo Autuori.

Corinthians: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Elias, Bruno Henrique (Luciano), Marquinhos Gabriel (Guilherme) e Giovanni Augusto; Romero e Lucca (Marlone).
Técnico: Cristóvão Borges.

Cartões amarelos: Léo, Paulo André e Lucas Fernandes (CAP).
Gol: Walter aos 30′ e aos 42′ do segundo tempo (CAP).