Por João Pedro Alves

Entre as novidades promovidas por Petkovic no Atletiba deste domingo (9), Bruno Mendes é o que mais tem a comemorar. Recém-chegado ao clube depois de se destacar no Botafogo, o atacante de apenas 19 anos estreou com a camisa rubro-negra no clássico e já balançou as redes ao fazer de pênalti o primeiro gol da vitória por 3 a 0 na Vila Capanema.

(Foto: Divulgação/Atlético)

Bruno Mendes iniciou trajetória no Furacão indo comemorar com a torcida (Foto: Divulgação/Atlético)

Essa não foi a primeira experiência em clássicos de Bruno, que já participou de confrontos cheios de rivalidade quando defendia Guarani e Botafogo. Mas o Atletiba 322 teve um gosto especial para a nova esperança de gols da torcida atleticana. Foi o início ideal de temporada, algo que o camisa 9 acredita ser obra de “forças superiores”.

“Estrear em um clássico é sempre bom. Estava com uma expectativa boa e fui abençoado com esse gol”, disse Bruno após a partida em que deixou o campo tendo o nome gritado pelos rubro-negros. “Tem que pensar sempre positivo, e eu penso sempre. Tive a oportunidade no pênalti, tive calma e tranquilidade para fazer o gol”, destacou.

Méritos individuais à parte, Bruno Mendes priorizou a importância do resultado para o time sub-23 do Atlético que venceu pela primeira vez no Paranaense. Segundo ele, foi reflexo daquela vitória heroica da equipe principal contra o Sporting Cristal pela Libertadores no meio de semana.

“Estive no jogo de quarta-feira, quando o time profissional ganhou na raça. Pegamos um pouco daquilo e nos fechamos para vencer o clássico. A gente estava precisando dessa vitória, é um passo importante”, concluiu.

Notícias relacionadas:

Com time ‘turbinado’, Furacão desencanta e goleia rival no primeiro Atletiba do ano