Por Rodrigo Dornelles com informações de Felipe Dutra

Sai o Campeonato Brasileiro, entra a Copa do Brasil. O Atlético deixa os pontos corridos “de lado” e foca no torneio mata-mata neste meio de semana. Diante da Chapecoense, fora de casa, o Furacão busca a classificação para as oitavas de final nesta quarta-feira (27). Para o jogo decisivo, o técnico Paulo Autuori não fará grandes mudanças no time, que poderá ter a estreia do chileno Luciano Cabral.

Nem pensar em escolher competição. Caso seja eliminado da Copa do Brasil, o Rubro-negro estará classificado para jogar a Copa Sul-Americana no segundo semestre, mas Autuori não pensa nessa possibilidade. “Não está nem na minha cabeça que tipo de competição vamos continuar. O importante é estar naquela que estivermos envolvidos, com condições de seguir adiante. É um jogo complicado contra a Chapecoense em sua casa, mas o confronto está aberto e esperamos ir lá para conseguir a classificação”, comentou o treinador.

Autuori não pensa em "escolher" entre Copa do Brasil e Sul-Americana. (Divulgação/ Atlético)

Autuori não pensa em “escolher” entre Copa do Brasil e Sul-Americana. (Divulgação/ Atlético)

E para buscar a classificação diante da Chape, o Atlético deverá ter um time praticamente igual ao que venceu o Fluminense, pelo Brasileirão, no último domingo (24). “Temos um impedimento de alguns jogadores quanto a participação de jogadores na Copa do Brasil, então praticamente a equipe vai se manter. Vamos analisar ainda a maneira como estão após esses jogos. A equipe teve um rendimento muito bom nos aspectos físico e tático contra o Fluminense. Mostra um excelente momento deles e principalmente a boa qualidade da recuperação desenvolvida pela comissão técnica”, disse Paulo Autuori.

Com a confirmação de que o time será praticamente o mesmo, Autuori ainda revela que o meio-campista chileno Luciano Cabral, já regularizado no BID da CBF, poderá fazer sua estreia. “(Rafael) Galhardo vai continuar a trabalhar porque vamos precisar dele no jogo de sábado (contra o Sport). Se eu colocasse ele para viajar ele perderia duas sessões de treinos. Com relação ao Luciano Cabral, se tiver totalmente regularizado vai viajar sim. Nikão e André Lima sem chance alguma. Marcos Guilherme vai estar relacionado”, afirmou o comandante atleticano.

Depois do empate sem gols na Arena da Baixada na partida de ida, uma vitória simples garante a classificação para a equipe vitoriosa. Empate com gols dá a vaga ao Rubro-negro, pelo critério do gol marcado fora de casa. “É sempre complicado para quem joga em casa ter que ganhar sabendo que se tomar gol as coisas se complicam mesmo com um empate”, avaliou Paulo Autuori. “O mais importante para nós é entrarmos em campo conscientes de que temos totais condições de nos classificarmos”, disse ainda.

Atlético e Chapecoense se enfrentam a partir das 19h30 desta quarta-feira (27), na Arena Condá.